Siga este Blogue e indique aos seus amigos, eles lhe agradecerão...

domingo, 17 de fevereiro de 2008

Os dois maiores mandamentos (Andreza Cristina)

Amar a Deus acima de todas as coisas e ao próximo como a nós mesmos. Inicialmente os dois principais mandamentos ensinados por Jesus Cristo nos parecem de uma simplicidade admirável. Ao vê-los no Evangelho, acreditamos compreendê-los de verdade. Porém isso é um equívoco. Quando buscamos colocar em prática esse amor, vivenciar os ensinamentos de Jesus é que percebemos que esses dois mandamentos não são tão simples como acreditávamos.
No decorrer de nossa existência, começamos a pensar no amor. O que é o amor? Quem é o meu próximo? De acordo com O Evangelho Segundo o Espiritismo, o próximo é todo ser criado por Deus. Portanto, devemos amar como a nós mesmos toda criatura divina. Depois de resolvida essa questão voltamos a acreditar que agora sim conseguiremos colocar em prática os ensinamentos do amado Mestre. Porém, mais uma vez nos deparamos com empecilhos que nos geram dúvidas e questionamentos.
Por um momento, imaginemos a seguinte situação. Convivemos com uma pessoa que acreditávamos ser amiga, com a qual podíamos contar, na qual podíamos confiar, entretanto, após alguns reveses descobrimos que essa pessoa não era tão sincera e tão verdadeira quanto buscava se mostrar. Essa pessoa não apenas não era confiável, como acabou se tornando alguém que através da maledicência e da mentira, nos causou dores morais e decepções. Nesse momento nos perguntamos, como amar alguém assim? Será possível perdoar esse tipo de traição? Como o evangelho mesmo diz, as dores morais causam mais sofrimento que as dores físicas.
Se decepcionar com aquele que acreditávamos ser amigo dói mais, do que um machucado ou uma doença que assole nosso corpo físico. Mas mesmo para esse questionamento, o evangelho nos da uma resposta não apenas satisfatória, mas repleta de amor e caridade, que é aquela ensinada por Jesus, amai os vossos inimigos, entendo que inimigo aqui é aquele ser com o qual não nos afinizamos. Não devemos amar apenas aqueles serem com os quais nos afinizamos, de quem nos sentimos mais próximos; é preciso aprender a amar e respeitar, todos aqueles irmãos que por não nos compreenderem, agem como aqueles irmãozinhos do tempo de Jesus que almejavam apedrejar uma pobre mulher, que assim como eles, havia cometido erros.
Nós que nos denominamos cristãos devemos buscar não apenas respeitar nosso próximo seja ele quem for. Devemos buscar amar e auxiliar todos aqueles que nos cercam, pois somente assim seremos dignos de ser chamados de filhos de Deus, somente assim poderemos nos considerar verdadeiros cristãos.

Ver: O Evangelho Segundo o Espiritismo.

Sem comentários:

A Natureza é assim... Deus nos ensina se soubermos estar atentos...

A Natureza é assim... Deus nos ensina se soubermos estar atentos...
"Espíritas! Amai-vos, eis o primeiro mandamento; Instruí-vos, eis o segundo."

Vale a pena

Loading...

Se o amor se vai

Loading...