Siga este Blogue e indique aos seus amigos, eles lhe agradecerão...

sábado, 29 de dezembro de 2007

Perante o Natal

Neste dia feliz, em que as aglomerações nos shoppings nos revelam a febre de compras, vamos refletir juntos sobre o significado do Natal?

Natal – todos sabem - é Jesus que nasce, renovando Seu antigo apelo ao amor por todos os seres.

O desafio é fazer com que durante o ano inteiro Ele cresça e Se instale, definitivamente, em nosso coração.

Por isso, em honra do Mestre de Nazaré, não se detenha mais: siga-Lhe os ensinamentos, ouça-Lhe as palavras não apenas com os ouvidos, mas também com a alma.

Ponha Jesus em seu cotidiano.

Observe que, enquanto o Mundo nos convida a acumular bens, Jesus nos oferece a opção da simplicidade.

Ele, que é o único Espírito perfeito nascido na Terra, viveu de forma despojada e não tinha sequer uma pedra para repousar a cabeça.

Sabemos que nem todos podem viver como Jesus e abrir mão dos bens terrenos.

Mas podemos seguir o exemplo do Cristo sendo humildes, não alimentando cobiça e ambição. Isso já faria uma grande diferença.

O segredo é contentar-se com o que se tem. Observe que isso não significa acomodação ou preguiça. Nada disso.

Devemos trabalhar e adquirir o que for necessário para vivermos bem. O conselho de Jesus é para evitarmos os excessos, o supérfluo.

Você já notou que, muitas vezes, sofremos porque desejamos coisas que não são essenciais?

Basta que seja lançado um novo aparelho, modelo de carro ou produto da moda para que boa parte de nós corra a comprar.

Logo que saciamos esse desejo, agimos como crianças e vamos em busca de mais novidades.

Isso nos remete a um outro ensinamento de Jesus: “Olhai os lírios dos campos: não tecem nem fiam, mas nem Salomão, em toda a sua glória, se vestiu como um deles”.

Ensinou o Mestre que devemos confiar em Deus, nosso Pai, pois se Ele veste tão ricamente uma erva do campo, quanto mais fará por nós, Seus filhos?

E assim o Cristo nos ensinou a ter confiança em Deus.

No entanto, como nossa fé é frágil! Costumeiramente nos rebelamos contra Deus. Basta uma contrariedade ou uma perda para nos rebelarmos contra os Céus.

Mais uma vez agimos como crianças: desejamos que Deus – a Majestade que criou e dirige os Mundos – seja uma espécie de secretário particular, que cuide de nossas finanças, que nos faça ter sucesso na vida, que nos dê isso e aquilo.

Mas o que Jesus nos ensinou sobre Deus? Ensinou que nenhum cabelo cai de nossas cabeças sem o conhecimento de Deus.

Portanto, nosso Pai Divino conhece nossos corações e nossas necessidades.

Assim, podemos e devemos orar para Lhe pedir forças e inspiração para os nossos projetos de vida.

Mas o trabalho é nosso: façamos a nossa parte e o céu nos ajudará. Esse é mais um ensinamento esquecido de Jesus.

* * *

Que este Natal seja um momento especial, em que Jesus esteja presente em seu coração.

Que as palavras pronunciadas por Ele, há dois mil anos, possam encontrar lugar em seu Espírito.

Com a simplicidade, o trabalho e a confiança em Deus – essência dos ensinos de Jesus – que o Natal ganhe um novo significado em sua vida.

Para que brilhe a Sua luz. Para que você seja aquele que semeia a paz, que vivencia o amor universal.



Redação do Momento Espírita

Sem comentários:

A Natureza é assim... Deus nos ensina se soubermos estar atentos...

A Natureza é assim... Deus nos ensina se soubermos estar atentos...
"Espíritas! Amai-vos, eis o primeiro mandamento; Instruí-vos, eis o segundo."

Vale a pena

Loading...

Se o amor se vai

Loading...