Siga este Blogue e indique aos seus amigos, eles lhe agradecerão...

segunda-feira, 6 de abril de 2009

EXAMINANDO AS AFLIÇÕES

Jesus assevera certa feita, que bem aventurados seriam os aflitos. Entretanto,
para o homem manipulado pelos conceitos materialistas é possível que não chegue ao
estágio da compreensão neste sentido, antes que a morte o surpreenda no instante da
transição do túmulo à vida que continua inalterável com a ocorrência do fenômeno da
morte biológica. Aflitos campeiam por todos os rincões do planeta. Todavia, nem todos
farão jus ao consolo cujo qual Jesus se refere.
Quantos não se afligem por não poder contemplar as lágrimas alheias algum dia.
São muitos os que são acometidos por estranha aflição, quando se sentem
incomodados com a felicidade do outro. Inúmeros os que se angustiam por não
portarem determinados bens que alguém mais sucedido tenha conseguido. Vários os
companheiros que registram no âmago uma espécie de melancolia por contemplar os
saltos que este ou aquele companheiro de suas relações dê no campo profissional.
Ainda há os equivocados que evocam a presença Divina para sustentar seus
clamores letais, afirmando quase sempre, que a justiça Divina há de recair sobre seus
desafetos na feição de castigos brandos algumas vezes, cruéis outras tantas.
Os aflitos a que Jesus se refere são os que se desarmam frente à impulsividade
alheia. Também serão identificados naqueles que portam uma consciência tranqüila.
Serão os que sofrem em silêncio, sem efetiva participação para aumentar os
padecimentos através de condutas desacertadas...
Nem toda lágrima promana de um coração puro. Brotam prantos também dos que
odeiam, sentem-se magoados, ou que não assistem à queda do outro, na condição de
espectador...
As aflições, porém, tem conceitos que sugerem o esforço do raciocínio para serem
devidamente interpretadas.
Irmã Valquíria. Mensagem psicografada pelo médium Alaor Borges Júnior –
reunião pública do dia 04/09/2008 no Lar Espírita Irmã Valquíria.
Retirado do Jornal Espírita On-Line de Uberaba – Nº 31 – abril/2009

Sem comentários:

A Natureza é assim... Deus nos ensina se soubermos estar atentos...

A Natureza é assim... Deus nos ensina se soubermos estar atentos...
"Espíritas! Amai-vos, eis o primeiro mandamento; Instruí-vos, eis o segundo."

Vale a pena

Loading...

Se o amor se vai

Loading...