Siga este Blogue e indique aos seus amigos, eles lhe agradecerão...

domingo, 25 de abril de 2010

Esse é o exemplo

Emmanuel e Chico Xavier
Do livro: Abrigo - IDE

Não esqueçam nunca esta verdade, onde estiverem:
uma criatura que ora um minuto, quando centenas de
semelhantes discutem acaloradamente, alça no isolamento
mental mais esclarecimento que todos eles.
Arthur Joviano e Chico Xavier
Do livro: Pérolas de Sabedoria - Vinha de Luz


Na pobreza da manjedoura, vemos a primeira oração do ambiente de Cristo, exalçando a humildade.

Expulso de cada lar da cidade a que se acolhe, o Excelso Embaixador, ao invés de inspirar amargura e revolta, sugere aos que O rodeiam o cântico de louvor a Deus e da paz que alcance todas as criaturas.

Desde então, mantém a prece no caminho, expressando obediência a Deus e amor aos semelhantes.

Começa o ministério, prestigiando a ventura da comunhão doméstica nas Bodas de Caná e ora sempre, no alarido da praça ou na calma do campo, na ativa plantação de bondade e esperança, fortaleza e consolo.

Ao pé de cada enfermo, roga a bênção do Pai em favor dos que choram, sem que se lembre de qualquer petição de socorro a si mesmo.

Implora, em tom veemente, o retorno de Lázaro ao conforto da Terra sem suplicar a Deus que o liberte da morte.

Exora para Pedro, o amigo invigilante, resguardo à tentação que viria prová-lo, entregando-se, após, à sanha de carrascos insanos.

No jardim solitário ora em silêncio, perante os aprendizes que dormem,
descuidados, rogando, antes de tudo, se cumpram os desígnios do Pai
Misericordioso.

E, exausto no suplício, podendo recorrer à justiça do mundo, pede ao Pai Todo Amor, perdão para os algozes, sem tocar de leve nas chagas que O cruciam.

Recordemos o Mestre da Verdade e lembrar-nos-emos de que a prece - a mais expressiva de todas - é socorrer, primeiro, a quem sofre conosco entre a sombra e a penúria, porquanto edificando a alegria dos outros, a Divina Providência virá, cada minuto, ao nosso próprio encontro, a envolver-nos a fé em perene alegria.
o0o

“A caridade é um exercício espiritual... Quem pratica o bem, coloca em
movimento as forças da alma. Quando os espíritos nos recomendam, com insistência a prática da caridade, eles estão nos orientando no sentido de nossa própria evolução; não se trata apenas de uma indicação ética, mas de profundo significado filosófico.”
Chico Xavier

2 comentários:

Zilda Santiago disse...

Chegando por aqui através do CVDEE,e muito contente por encontrar mais uma companheira da Doutrina.Tenho aqui dois blogs:http//zildasantiago.blogspot.com e http://rumoslibertadores.blogspot.com

vanderlei disse...

Olá irmão vim visitar-lhe e gostei do que vi por aqui, fantastico, realmente "Caridade" saiu de moda né uma pena, mais ainda existem pessoas de luz que fazem isso, olha venha me visitar ficarei feliz com sua visita abraçosfraternos.
Vanderlei

A Natureza é assim... Deus nos ensina se soubermos estar atentos...

A Natureza é assim... Deus nos ensina se soubermos estar atentos...
"Espíritas! Amai-vos, eis o primeiro mandamento; Instruí-vos, eis o segundo."

Vale a pena

Loading...

Se o amor se vai

Loading...